Português como Língua de Herança – o que é isso?

Muitos devem ter visto nas redes sociais que no dia 16 de maio comemora-se o dia mundial do Português como Língua de Herança. Mas o que é mesmo esse termo, que soa tão poético e é a razão de ser do nome da nossa associação? E por que ele merece um dia só pra ele?

“O ensino das Línguas de Herança não tem a ver sô com miúdos emigrantes que precisam de ajuda extra. Representa o que deveria ser visto em sala de aula. Tem a ver com a compreensão de outras culturas (…). Podemos aprender a ver o mundo de outra maneira.” – Professor Ucraniano de Língua de Herança

Língua de Herança é definida oficialmente com a língua de origem, familiar, ancestral, falada por um grupo, que é diferente da língua oficial do lugar onde este grupo vive. O termo pode se referir à língua de grupos de imigrantes ou refugiados e à línguas nativas, indígenas, que foram substituídas pelas línguas oficiais de colonizadores. Em todos os casos, o termo implica noções de identidade, herança cultural, relações familiares e sociais, além da língua em si. E cada vez mais, o termo engloba também a herança que esses imigrantes cedem à cultura local, em termos de abertura e compreensão de novas culturas.

Com o crescimento da mobilidade internacional, através da globalização, os estudos na área do bilinguismo se desenvolvem a cada dia, assim como a organização de iniciativas comunitárias, respondendo às necessidades das famílias imigrantes para a transmissão de suas línguas de herança. Também, cada vez mais países colocam em prática políticas públicas em prol da interculturalidade, integrando no seu currículo classes bilíngues, onde o que é língua de herança para uns é língua estrangeira para outros, refletindo a importância da transmissão dessas línguas para a integração saudável dos imigrantes, e a valorização da abertura dos locais às culturas imigrantes.

No caso especifico do Português, foi no inicio da década de 2010 que as iniciativas começaram a se organizar mundialmente, em torno do Elo Europeu de Educadores de Português como Língua de Herança e da Federação de Iniciativas pelo PLH e foi em 2014 que foi criado o Dia Mundial do Português como Língua de Herança, com o intuito de comemorar e valorizar essa especialidade de ensino e promoção da Língua Portuguesa. Uma data que permite reunir forças através da interação dos vários atores envolvidos em vários cantos do mundo para coordenar as ações em prol desta causa comum.

Na França, promovendo o Português como Língua de Herança existe além da Herança Brasileira, na região Parisiense, o Clube dos Canarinhos, em Nantes.* No lado do governo Francês, existe um dispositivo: “les sections internationales“, que inclui no programa educacional de base o Português do Brasil e cujo objetivo é claramente “faciliter l’insertion d’élèves étrangers dans le système français et de créer, par leur présence, un cadre propice à l’apprentissage d’une langue vivante à un haut niveau par les élèves français.” Prova de que o governo francês já vê a língua de Herança não só como um meio conectar o imigrante com suas raízes, mas também para fazê-lo projetar seus galhos enriquecendo-se mutuamente junto às cultura e língua majoritárias.

Muito tem sido feito, mas o processo ainda está em andamento e ainda há muito a conquistar, tanto no âmbito familiar – famílias biculturais que recusam a transmissão da língua de herança, por exemplo – quanto no âmbito das politicas públicas: apoio às iniciativas organizadas, formação de profissionais especializados na área, desenvolvimento de diretrizes e material pedagógico específico, entre outros.

Por isso, parabéns a você que apoia essa iniciativa e Feliz Dia do Português como Língua de Herança, mesmo que um pouquinho atrasado. 🙂

*se conhecerem outras inciativas, por favor, entrem em contato pois adoraríamos conhecê-las!
Fontes:
Soares, Sofia – Português Lingua de Herança: Da Teoria à Pràtica
http://www.brasilemmente.org/dia-do-portuguecircs-como-liacutengua-de-heranccedila.html
http://eduscol.education.fr/pid23147/sections-internationales.html

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *