Estágio de férias – Cultura Indígena

Cinco dias de imersão na cultura dos índios brasileiros! Não na imagem romantizada dos índios de ontem, mas na realidade dos índios de hoje. Quantos são? Que línguas falam? Como aprenderam/aprendem o português? Como se organizam entre aldeias e cidades?

Também cinco dias de descobertas: uma pouco de língua Guarani, como se organizam as aldeias, artefatos, a arte kusiwa dos Wajãpi, patrimônio da humanidade, e a fascinante olimpíada dos povos indígenas, com seus esportes ao mesmo tempo próximos e diferentes dos nossos.

A cada dia, as crianças descobriam um pedacinho desse mundo particular, adquirindo conhecimento e vocabulário através de jogos, brincadeiras, música e artesanato.

Reportagem em imagens e vídeos:

Vamos aprender um pouco de Guarani?

As crianças criaram seus personagens indiozinhos e deram-lhes nomes indígenas. Para fazê-los falar, aprenderam um pouquinho de uma das línguas indígenas brasileiras.

Foi importante saber que muitos índios brasileiros são hoje bilíngues (como a gente!) Elas viram como eles aprendem português na escola e falam sua língua na aldeia, em casa.

 

 

Aprender brincando é sempre melhor! E quando as crianças resolvem transformar o teatrinho em musical é ainda melhor:

Como vivem os índios hoje em dia?

Viajando pelo Brasil para conhecer algumas aldeias: circulares ou difusas, comunitárias ou familiares, com casas de palha, de barro ou de tijolos:

Contruímos uma aldeia Timbira e exercitamos a arte gráfica Kusiwa, Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, realizada em pinturas corporais pelos índios Wajãpi:

O que são as olimpíadas mundias dos povos indígenas?

Aprendemos da melhor maneira como são os jogos indígenas. Não muito diferentes dos nossos, não é mesmo? Mas com alguma originalidade que nos divertiu bastante! Nosso preferido? O futebol de cabeça Jikunahati!

E a semana se encerrou com um pequeno espetáculo para os pais:

 

Todos, crianças e professoras, saíram mais ricos dessa experiência. Com a certeza do valor dessa cultura e da importância do respeito a nossas comunidades indígenas.

Viva os índios brasileiros!

Se você gostou, conheça mais sobre nosso Curso de PLH, onde todas as aulas são baseadas em brincadeiras! Nelas motivamos as crianças ao uso da língua portuguesa e desenvolvemos nossos conhecimentos e impressões sobre nossa cultura e nossa experiência bilíngue.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *