MOTHERESE – Como falamos com os bebês e como estimular a linguagem

Motherese é o nome dado àquele modo de falar com o bebê, usando a voz num tom mais agudo e frases simplificadas. Pesquisas mostram que esse tipo de linguagem é observado em diversas sociedades e culturas. Esse modo de falar com bebês é espontâneo e natural, é nossa intuição primitiva que nos faz falar assim. E isso ocorre para facilitar a comunicação, visto que, as pesquisa...
Ver mais

Considerações sobre o bilinguismo

Como já foi dito em um texto anterior, crianças bilíngues apresentam muitas vantagens em termos de desempenho cognitivo. Para tanto, o processo de aquisição das duas, ou mais, línguas deve ocorrer do modo mais natural possível e menos impositivo, com adequada exposição a cada uma das línguas. As vantagens são grandes, dentre elas: melhoria nas habilidades de leitura e escrit...
Ver mais

Tem que estar pronto para ser mãe ou pai?

Quando se fala em ter filhos, muitas vezes nos perguntamos, ou perguntamos a pessoas à nossa volta, "você está pronto?". Mas, precisa estar pronto? O “vir-a-ser” mãe ou pai é um processo contínuo e em constante movimento. O que isso quer dizer? Quer dizer que não existe aquilo de “estarmos prontos” para desempenhar esse papel. Podemos dizer que temos adequadas condições finan...
Ver mais

Desenvolvimento da linguagem em crianças de 0 a 3 anos

O desenvolvimento da linguagem é um processo cerebral complexo, cujos mecanismos ainda se conhece muito pouco. A pesquisa científica reúne no entanto dados de observação suficientes para determinar alguns padrões, permitindo-nos desvendar como esse processo se desenvolve na cabecinha de nossos bebês. Percepção da linguagem: eles entendem mais, e mais cedo, do que você imagin...
Ver mais

Qual é o melhor brinquedo que posso oferecer?

O melhor brinquedo, em primeiro lugar, é aquele adequado para a faixa etária e para a segurança da criança. Existem normas de segurança que devem ser respeitadas. No Brasil esse processo de avaliação de conformidade de brinquedos é feito pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO). Clique no link para maiores informações. O artigo francês abaixo r...
Ver mais

Os benefícios psicológicos das experiências multiculturais

A globalização e os meios de comunicação e informação atuais permitem que cada vez mais tenhamos acesso às diversas culturas e línguas. Graças a esses meios, podemos conhecer o  modo de vida mesmo de pessoas que estão do lado oposto no globo, e, com isso, a distância passa a ser relativa e perde o seu sentido. Ou seja, existe um sentimento de proximidade e conhecimento que ...
Ver mais

Dicas e artigos interessantes para as férias

Compartilhamos nos últimos dias em nossa página do facebook esses artigos e ideias para fazer das férias um momento de aprendizado e reflexão, sem esquecer da diversão! Atividades para as férias: se divertir, aprender e passear PARA SE DIVERTIR - Uma mãe resolveu criar um blog com ideias de jogos e brincadeiras para fazer em casa e assim melhorar a qualidade do tempo pa...
Ver mais

Português como Língua de Herança – o que é isso?

Muitos devem ter visto nas redes sociais que no dia 16 de maio comemora-se o dia mundial do Português como Língua de Herança. Mas o que é mesmo esse termo, que soa tão poético e é a razão de ser do nome da nossa associação? E por que ele merece um dia só pra ele? "O ensino das Línguas de Herança não tem a ver sô com miúdos emigrantes que precisam de ajuda extra. Representa o q...
Ver mais

Reflexão sobre o bilinguismo

Esse extrato de texto compartilhado um dia por alguém no meu facebook (infelizmente sem citar a fonte), me levou hoje a uma breve reflexão sobre o bilinguismo. Neste mês em que falamos das nossas origens indígenas, o texto me fez pensar imediatamente no que foi a imposição do Português aos nossos nativos. A língua utilizada como ferramenta de afirmação identitária e como...
Ver mais

Reflexão pessoal – II SEPOLH

II SEPOLH
Entre os dias 16 e 18 de outubro de 2015, participei do II SEPOLH, em Munique. Depois desses dias ricos de discussões e relatos de experiências, passei a ver o bilinguismo e o ensino de línguas de herança com um enfoque ainda mais abrangente. Passei a ver as iniciativas em prol do POLH (Português como Língua de Herança), que sejam acadêmicas ou não, ligadas à escola local ou...
Ver mais